DBM: entenda o que é e como usar Database Marketing

database-marketing

Todos os dias, nós, como empresas, estamos em uma busca cada vez mais acirrada pela atenção do público. Para se ter idea, esse artigo da BBC de 2015 — quase 10 anos atrás — mostrou uma pesquisa da Microsoft que afirma que a atenção dos seres humanos já está menor que a atenção de um peixinho dourado.

É neste cenário que o Database Marketing (DBM) surge como uma ferramenta para garantir uma abordagem mais personalizada e direcionada — despertando um maior interesse do público-alvo pelo conteúdo apresentado.

Neste artigo você vai saber mais sobre o Database Marketing e como ele pode ser utilizado para segmentar audiências e personas, maximizando o impacto das campanhas de marketing da sua empresa.

O que é Database Marketing?

Database Marketing, ou Marketing de Banco de Dados, é uma abordagem estratégica que utiliza informações detalhadas sobre clientes e prospects para otimizar as campanhas de marketing. Ao centralizar e analisar dados relevantes, o DBM possibilita uma compreensão mais profunda do comportamento do consumidor, permitindo uma comunicação mais eficaz e personalizada.

Mas, como o DBM faz isso?

Para que essa estratégia funcione, é imprescindível o apoio de uma boa ferramenta de marketing, que auxilia na coleta, organização e análise de dados — por aqui, utilizamos o HubSpot para isso.

A partir das informações mais importantes dos seus clientes e prospects, como o comportamento de navegação, as preferências de conteúdo etc., você irá obter insights relevantes e, com isso, porderá otimizar e melhorar as suas campanhas de marketing.

Para que o Database Marketing serve?

Na prática, o time de marketing passa a consultar e analisar tanto as informações coletadas das personas que estão se inscrevendo por meio de formulários, quanto as informações de engajamento com a marca por meio de anúncios, por exemplo.

A partir disso, o objetivo principal do Database Marketing é aprimorar a segmentação de audiências e personas. Afinal, ao compreender as preferências, comportamentos e histórico de interações dos clientes, as empresas podem personalizar suas mensagens, aumentando a relevância das campanhas e, consequentemente, o engajamento do público.

Como alimentar o DBM usando o HubSpot?

Graças a possibilidade de integrar o HubSpot com diversas ferramentas importantes, é nele que você vai conseguir organizar as principais informações em um único local, facilitando a análise e utilização estratégica desses dados.

O HubSpot, após o consentimento de compartilhamento de dados, assim como outras ferramentas de marketing, consegue coletar as interações em redes sociais, e-mails, landing pages e outros canais, criando a possibilidade de cruzar dados demográficos com dados de engajamento.

Por exemplo: no HubSpot, você pode criar uma lista de todos os clientes do cargo Y que converteram em uma landing page a partir de um anúncio no google ads.

DBM x LGPD

Se você vai aperfeiçoar a estratégia de DBM, é preciso lembrar de algumas diretrizes da LGPD, que têm um impacto direto nos dados. A legislação requer que as empresas obtenham o consentimento explícito dos titulares dos dados para processar suas informações.

Além disso, dado o grande volume de dados envolvidos no DBM, a LGPD exige que a sua empresa adote algumas medidas de segurança para proteger as informações contra acessos não autorizados, vazamentos ou qualquer forma de tratamento inadequado.

A conformidade não apenas evita penalidades, mas também contribui para construir uma relação de confiança com os clientes, demonstrando o compromisso da empresa em proteger a privacidade e os direitos dos titulares dos dados.

3 formas de usar DBM na sua estratégia

Agora que já falamos sobre o que é DataBase Marketing, chegou o momento de entender como incluir essa estratégia na sua operação. Listamos aqui 3 exemplos práticos e simples para você começar a usar DBM ainda hoje. Confira!

1- Criar promoções sazonais

A primeira coisa é que, com o histórico de antigos clientes, você pode identificar padrões sazonais no comportamento de compra. Assim, é possível criar promoções — ou evitar promoções — nos momentos de maior pico para sua empresa.

Para o B2C, por exemplo, é comum que compras de ar condicionado e roupas de praia aumentem com a chegada das altas temperaturas. Assim como o investimento em aquecedores é maior no inverno.

Já no mercado B2B, é comum o aumento da contratação de novas ferramentas no início do ano, quando as empresas estão com um budget definido para investir em inovação e novas estratégias.

2- Melhorar a qualificação de leads

O Database Marketing também auxilia na qualificação de leads com base nos critérios decididos pela sua empresa. Por exemplo, normalmente, as empresas utilizam as informações da persona como cargo, número de funcionários da empresa, setor etc. como critérios de qualificação. Mas é possível ir além.

Você pode utilizar critérios como o número de páginas visitadas no site, as interações em anúncios ou, até mesmo, os cliques em e-mails como critérios de priorização para essa qualificação. Ou seja: o lead precisa estar no seu ICP, ser qualificado e ter engajamento para, só então, ser encaminhado para o time de vendas - o famoso lead scoring, que já falamos por aqui.

banner-guia-de-icp

3- Aumentar a personalização

Personalização é a chave para cativar o público. Utilizando as informações detalhadas de Database Marketing, você pode personalizar as suas mensagens, desde e-mails até o conteúdo em redes sociais.

Por exemplo, você pode trabalhar com remarketing nas redes sociais, mostrando um anúncio no Instagram apenas para aqueles que estão interagindo, previamente, com os seus conteúdos no LinkedIn. Assim, a sua estratégia para o Instagram fica mais eficaz, já que no LinkedIn, segmentar por cargos é possível, enquanto no Instagram não é.

Mas, lembrando que isso só será possível se as suas ferramentas estiverem integradas em um CRM — mesmo que, posteriormente, o processo disso seja mais manual, ou seja, você vai precisar separar as listas de quem interagiu em uma rede para subir essas listas em outra rede.

Conclusão

Database Marketing é uma ferramenta indispensável para empresas que buscam aprimorar suas estratégias de comunicação. Ao compreender o que é Database Marketing e como usá-lo de maneira eficiente, as empresas podem criar campanhas mais direcionadas, personalizadas e, consequentemente, mais eficazes.

Se você precisar de ajuda nesse processo, não hesite em chamar o time da Mkt4Sales para implementar na sua empresa as ferramentas necessárias para viabilizar essa estratégia - com o HubSpot, você conseguirá coletar e combinar as informações para garantir novos insights para as suas campanhas. 

Categorias

Marketing digital

Lívia Macedo

Formada em Comunicação em Mídias Digitais pela UFPB, Lívia começou sua carreira em meio a produção de conteúdo para internet. Já trabalhou em agências e atua há quatro anos no Marketing de empresas SaaS. Sua experiência está na Produção de Conteúdo, Inbound Marketing e vendas complexas B2B. ____________________________________________________________________________________________ Sobre a Mkt4Sales: a Mkt4Sales é uma consultoria de estratégia comercial pioneira na implementação de Máquinas de Vendas em empresas B2B de vendas complexas. Utilizando estratégias de ABM, Inbound e Outbound Sales, a Mkt4Sales ajuda empresas a implementarem uma forma contínua de geração de oportunidades qualificadas e conversão em vendas. Além dos projetos de consultoria, em que orienta as empresas a montarem suas próprias Máquina de Vendas, a Mkt4Sales também atua na implementação de novas tecnologias, ajudando as empresas a ganharem eficiência e escala no processo comercial.

New Call-to-action

Recomendados:

Geração de demanda Marketing digital Inbound Marketing

As estratégias de branding B2B que ajudam sua empresa a vender mais

Pode parecer estranho começar esse conteúdo com essa pergunta, mas… Você já ouviu falar do “present participle” do inglê...

Geração de demanda Marketing digital Consultoria comercial Processo comercial Gestão de vendas Inbound Marketing

Top 11 influenciadores de marketing e vendas B2B para você seguir

Nem só de blogueiras de moda e dancinhas no TikTok se fazem os conteúdos produzidos nas redes sociais! Cada dia mais — p...

Indicadores e resultados Marketing digital Inbound Marketing

5 métricas de marketing essenciais para avaliar resultados do negócio

O Marketing está vivendo na era dos dados. Antes, só conseguíamos sugerir se uma mídia aumentou ou não os resultados uti...

Entenda como estão seus processos comerciaisQuero receber contato de um especialista