Tudo sobre venda consultiva: o que é, vantagens e metodologias

venda-consultiva-mkt4sales

Em 1970, Mack Hanan lançou o livro Consultative Selling após perceber que vendedores que perguntavam sobre as necessidades dos seus clientes tinham mais sucesso do que os vendedores que apenas empurravam produtos. A partir daí, o termo “venda consultiva” começou a se popularizar.

Vender utilizando desse conceito é, atualmente, uma regra para a área comercial em empresas B2B. Nesse tipo de negociação, o principal foco é criar negócios ganha-ganha, principalmente porque um lado tem a intenção de, genuinamente, solucionar problemas que o outro, algumas vezes, não sabia ter.

Se você quer entender mais sobre vendas consultivas e como aplicar essa estratégia na sua área comercial, continue lendo esse conteúdo.

O que é uma venda consultiva?

Venda consultiva é o processo em que o vendedor, além de atuar oferecendo um produto, também atua como um consultor de negócios para guiar a pessoa que ele está prospectando até a melhor decisão. O HubSpot também define o ponto-chave da venda consultiva como:

“Esclarecer as dúvidas do prospect e, ao mesmo tempo, mostrar vantagens, qualidades e o valor do que é vendido.”

Para que isso aconteça, o vendedor precisa fazer as perguntas certas, se aproximar do cliente e criar um relacionamento com ele. Em seu livro, Mark afirma que o vendedor consultivo precisa preencher os requisitos:

  • Ter objetivos em comum: o vendedor precisa considerar os objetivos do seu prospect como se também fosse os seus próprios objetivos.
  • Ter estratégias em comum: ao invés de um gasto com aquela nova compra, o prospect precisa entender que está fazendo um investimento ao comprar o produto ou serviço e que o vendedor é um aliado para ajudá-lo a chegar aos resultados que precisa.

As vendas consultivas ganharam destaque principalmente na era das vendas 4.0, quando o consumidor passou a ficar no centro de toda a negociação e as suas necessidades passaram a ser mais importantes do que vender a todo custo.

Os dados também concordam com essa afirmação: uma pesquisa da In Moment mostrou que 50% dos consumidores fiéis de uma marca já trocaram para um concorrente que  atendeu melhor as suas necessidades.

Além disso, venda consultiva passa a ser tão importante e diferente da tradicional, justamente porque o vendedor já não é mais o “dono” das informações. O consumidor, além de pesquisar e considerar outros produtos devido à internet, também é a única pessoa que conhece a própria realidade e necessidade.

Qual a diferença entre vendas tradicionais e consultivas?

Já falamos alguns aspectos das diferenças entre vendas tradicionais e consultivas, como o fato do vendedor não monopolizar mais o acesso às informações e o consumidor estar no centro da negociação. Mas, podemos dizer que a principal diferença é a postura do vendedor.

Ele precisa estar ainda mais preparado para a abordagem e conhecer, profundamente, a empresa e o contato com quem está falando. O quadro abaixo resume algumas dessas principais diferenças que estamos falando:

 

Vendas Tradicionais Vendas Consultivas
Foco no produto Foco no prospect
Utilização de pitch de vendas “engessado” Escuta ativa e perguntas bem elaboradas
Mesma solução para todos Soluções customizadas
Vendedor com todas as informações Consumidor com acesso à internet e comparativos
Venda objetiva Criação de relacionamento


Quais os benefícios da venda consultiva?

Que a venda consultiva é muito vantajosa para os clientes está claro, afinal, os próprios vendedores só vão vender um produto quando estiverem certos de que ele realmente soluciona os problemas do prospect. Mas, essa estratégia também é boa para as empresas, porque:

  • Garante clientes mais satisfeitos: principalmente porque essa vai ser uma preocupação importante para as vendas e o próprio vendedor conseguirá entender quando aquela venda não vai valer a pena para alguma das partes.
  • Diminui o Churn: por consequência, se só clientes que realmente estão solucionando os problemas entram na carteira das empresas, menores as chances de eles cancelarem o contrato.
  • Aumenta o número de indicações: clientes satisfeitos indicam os produtos para pessoas que eles conhecem e a venda por indicação também diminui o custo de aquisição de novos clientes.

As etapas de uma venda consultiva

As etapas de uma venda consultiva andam lado a lado com as etapas de uma venda complexa e, você pode apenas adaptar o seu playbook para que os vendedores mudem a estratégia e tenham uma abordagem mais consultiva durante o processo. Por isso, resumidamente, esses são os passos de uma venda consultiva:

1. Prospecção

Essa etapa é necessária mesmo que você não esteja trabalhando com vendas consultivas. A criação de listas de prospecção é essencial para otimizar o trabalho dos consultores durante o preparo para a abordagem de leads.

2. Pesquisa

Além de ser necessária para qualificação dos leads (assim os vendedores vão focar apenas nos contatos que realmente têm chances de comprar o produto), a pesquisa também é importante para que o pitch de vendas seja super personalizado, conforme as necessidades da empresa prospectada.

3. Primeiro contato

Tenha bastante atenção com a abordagem de vendas que você usará no primeiro contato. De preferência, ela precisa estar bem direcionada e personalizada para o seu prospect. Lembre-se que, como um consultor, seu principal objetivo é entender se aquela negociação faz sentido para ambos os lados.

banner-guia-de-cold-call

4. Negociação e fechamento

No processo de vendas complexas, é normal que o vendedor entre em contato várias vezes com o seu prospect e, nesse momento, ele precisa ser um verdadeiro consultor. Isso porque o contato deve vir com dúvidas das mais técnicas às mais teóricas e pedir auxílio muitas vezes. O trabalho aqui será de “guia” para que a negociação chegue até o fechamento.

5. Pós-venda

Se tudo deu certo, você acabou de criar um relacionamento com o seu cliente. Isso significa que ele não termina após o fechamento do negócio e, por isso, o acompanhamento precisa continuar sendo feito. Nesse momento, você também pode contar com o auxílio de um time de custumer sucess que ajudará no onboarding do cliente e será responsável por possíveis treinamentos.

Em todos esses passos, a tecnologia tem grande importância para manter a estrutura e organização das atividades. Além de garantir um histórico de todas as informações que foram trocadas com o prospect.

Bônus: metodologias que você pode aplicar

Existem inúmeras metodologias de vendas que podem ajudar no processo de vendas consultivas, principalmente no momento de qualificação de leads. Elas vão direcionar o vendedor para fazer as perguntas certas e por meio delas, fazer com que o prospect encontre os problemas que, muitas vezes, ele nem sabia ter.

Listamos a seguir algumas dessas metodologias:

Spin Selling

Na metodologia criada por Neil Rackham, o vendedor deverá focar em fazer perguntas sobre:

  • Situação do comprador;
  • Problema enfrentado por ele;
  • Implicações geradas a partir do problema;
  • Necessidade de solução.

A ideia é que essa metodologia siga o fluxo natural de um diálogo e que permita que o vendedor adapte o discurso conforme as respostas forem fluindo.

BANT

Essa metodologia foi criada pela IBM e pode ser utilizada pela equipe comercial com o intuito de entender se aquela é a melhor oportunidade para ser abordada. Nela, o vendedor precisa entender se os leads possuem as características abaixo:

  • Budget (Orçamento ou poder de compra);
  • Authority (Autoridade para tomar uma decisão de compra);
  • Necessity (Necessidade da solução);
  • Timing (Prazo para contratar uma solução).

Caso não seja possível identificar todos os fatores antes do primeiro contato, as perguntas podem ser feitas conforme a primeira conversa for acontecendo.

FAINT

Muito parecida com a metodologia anterior, a FAINT vai focar também no interesse e necessidade do prospect em contratar a solução. Para algumas vendas, aquela compra é realmente uma necessidade e, quanto antes o vendedor identificar isso, maior o seu poder de persuasão. Com essa metodologia, o vendedor focará nas perguntas sobre:

  • Funds (Orçamento ou quantidade de dinheiro para investimento);
  • Authority (Autoridade para tomar a decisão de compra);
  • Interest (Interesse na solução);
  • Need (Necessidade de possuir a solução);
  • Timing (Prazo para contratar)

Além dessas três, existem inúmeras outras metodologias que podem ser aplicadas no seu processo e cada um dos modelos tem seus prós e contras. Não existe, portanto, um modelo que será perfeito para todas as empresas.

Também é por isso que estamos aqui, caso você precise de uma visão “de fora” sobre sua estratégia de vendas para entender qual a melhor metodologia a ser seguida. Conte conosco nesse processo.

Lívia Macedo

Formada em Comunicação em Mídias Digitais pela UFPB, Lívia começou sua carreira em meio a produção de conteúdo para internet. Já trabalhou em agências e atua há quatro anos no Marketing de empresas SaaS. Sua experiência está na Produção de Conteúdo, Inbound Marketing e vendas complexas B2B. ____________________________________________________________________________________________ Sobre a Mkt4Sales: a Mkt4Sales é uma consultoria de estratégia comercial pioneira na implementação de Máquinas de Vendas em empresas B2B de vendas complexas. Utilizando estratégias de ABM, Inbound e Outbound Sales, a Mkt4Sales ajuda empresas a implementarem uma forma contínua de geração de oportunidades qualificadas e conversão em vendas. Além dos projetos de consultoria, em que orienta as empresas a montarem suas próprias Máquina de Vendas, a Mkt4Sales também atua na implementação de novas tecnologias, ajudando as empresas a ganharem eficiência e escala no processo comercial.

New Call-to-action

Recomendados:

Processo comercial HubSpot

5 certificações HubSpot indispensáveis para profissionais de vendas

Sempre que falamos sobre se manter atualizado e estudando, gosto de utilizar a analogia da medicina e perguntar: você se...

Processo comercial Técnicas de vendas

O que é e como fazer Discovery Call

Nem sempre é fácil fazer uma primeira ligação para um prospect. Na verdade, se você estiver despreparado, ela pode causa...

Geração de demanda Marketing digital Processo comercial

Diferenças entre funil de marketing e funil de vendas

A chave para ter resultados progressivos e entender onde melhorar está em definir bem os funis de marketing e de vendas ...

Entenda como estão seus processos comerciaisQuero receber contato de um especialista